quarta-feira, 7 de agosto de 2019

 Quarta, 07 de agosto  de 2019

Projeto "Horta Escolar"

Publico Alvo


Visando encontrar os alunos e professores dessa unidade escolar,Petrônio Pinheiro, localizada na vila de Novo Remanso  esse projeto objetiva atingir o público de alunos da 3ª Fase da EJA, podendo atingir ainda, demais alunos e toda a comunidade escolar, pois este é um projeto de qualidade e necessário trazendo prazer em realiza-lo e ansiosos para ver os resultados.

Apresentação

Esse Trabalho analisa como objetivo desenvolver nos alunos a conscientização da importância de uma horta comunitária no caso Comunidade Escolar. 
Os (PCNS) Programa Curriculares Nacionais advertiu que os conteúdos de Educação Ambiental e alimentares sejam apresentados nos currículos como temas transversais dentro das interdisciplinaridades no contexto formal escolar. Questões Ambientais e de saúde deve estar dentro dos objetivos, conteúdos e atividades didáticas em todas as disciplinas.
Diante disso, a escola propõe, em parceria com professores e alunos, e elaboração de projetos educacionais para que a horta seja um complemento alimentar executando pelos próprios alunos. Este é um projeto elaborado pela a professor Joilson Souza com a turma do 3º Fase da EJA.
Esse projeto decorre da necessidade de uma alimentação mais barata e saudável para os alunos. E se fornecer bons resultados, pode expandir as outras escolas do município, tendo como foco, as pesquisas, para inserir e enfatizar a interdisciplinaridade, integrando as disciplinar e apontando novas maneiras de se trabalhar na escola.
A escola tem como parte fundamental, incentivar a comunidade escolar e fomentar iniciativas relevantes, atingindo até mesmo, a comunidade local e a comunidade rural ou do campo, pois temos alunos das devidas comunidades. A implementação do ensino ambiental e necessário no contexto educacional.
Nesse pensamento, a horta escolar torna-se um meio capaz de desenvolver temas que envolvam o ambiente e a alimentação, pois assim, um conceito teórico e prático ajudando no processo de ensino e aprendizagem, elaborando estratégias fundamentais para desenvolver os conteúdos de maneira interdisciplinar, e também, temas transversais.
  
Justificativa

A realização desse trabalho se faz necessário devido a preocupação com a alimentação escolar, apesar de muitos alunos morarem em ramais percebe-se que não  possuem o hábito  alimentar de legumes e hortaliças. A alimentação escolar é de fundamental importância para o aluno, pois muitos vêm para os estudos sem uma alimentação adequada e nutritiva. O papel da escola também  é cuidar dessa necessidade do aluno, dando suporte para uma aprendizagem escolar que garanta uma vida melhor ao educando futuramente.
Esse trabalho proporciona um desenvolvimento articulado com toda a comunidade escolar e comunidade local, trazendo uma boa interação com todos os participantes e contribuindo, ainda bons hábitos alimentares e conscientiza os alunos em relação ao meio ambiente e sua conservação.
O projeto aqui elaborado tem com finalidade também usar temas transversais, reciclagem de materiais, interdisciplinaridade e variadas atividades pedagógicas.


Objetivo Geral

Conscientizar os alunos e professores da escola  Petrônio Pinheiro  da importância do projeto “horta escolar” como meio de conscientização pública, alimentação saudável, preservar o ambiente e interesse do aluno pelo agronegócio, sistematizando o ensino e as atividades pedagógicas.


Objetivos Específicos

  • Incentivar a importância do projeto;
  • Vitalizar o projeto de forma educativa e diversificada para ensino e aprendizagem escolar;
  • Valorizar a necessidade do trabalho e cultura do homem rural.
  • Adquirir técnicas  de cultivo e cultura orgânica;
  • Conhecer o solo, sementes e como adubar a terra;
  • Identificar meios de semeadura, adubação e cuidados durante o crescimento do plantio;
  • Saber maneira correta de colheita
  • Instigar o aluno a entender o meio ambiente como uma totalidade;
  • Utilizar a horta Escolar como ensino educativo fazendo parte do currículo de meio ambiente;
  • Adquirir conhecimentos e práticas pessoais de aprendizado para a vida;
  • Resgatar o plantio e uso das plantas medicinais para diversos fins pela população local;
  • Levar o aluno a observar, levantar hipóteses, fazer registros e elaborar resultados;
  • Orientar os educandos durante os processos desse projeto e todas as atividades realizadas;
  • Desenvolver a socialização entre professores e alunos, alunos e alunos,  merendeira e alunos, enfim, toda a unidade escolar;
  • Tornar o ambiente escolar prazeroso e agradável podendo integrar o aluno e interagi-lo com a comunidade escolar.
Conteúdos

Dentro das expectativas desse trabalho, executaremos diversos conteúdos, trazendo então, os outros professores da unidade escolar, pois cada um deles terá sua parcela na elaboração do projeto.
  • Ciências Naturais
  • Português
  • Matemática
  • Dentre outras

Obs: o professor de cada disciplina irá fazer o seu plano de acordo a realidade de seus alunos respeitando assim a individualidade do professor e do aluno. O conteúdo deve estar relacionado com o tema: “A Horta Escolar.”
Esses conteúdos devem conter no currículo de cada disciplina, obento, assim o cumprimento do currículo e seus conteúdos.


Metodologias

  • Por meios de conversas informais palestras, este projeto será executado dentro do ambiente Escola Petrônio Pinheiro com o intuito de elaborar as atividades propostas e pensadas nesse trabalho e visando adquirir saberes e noções de agronegócios e agricultura no campo.
  • Continuando os trabalhos o professor irá passar para os alunos noções, básicas e, se possível, um técnico no assunto para a conscientização dos alunos. Em seguida escolher o local onde será construída a horta tão desejada pela Comunidade Escolar.
  • Depois disso, é preparado o solo, ou seja, o terreno, sua conservação para receber as sementes. Será organizado ainda o abastecimento de água e a oxigenação adequando também o clima para o plantio, sementeiras, se possível, ou manualmente.
  • Após o plantio será escolhido alguém para cuidar da horta a cada dia. Será feita uma escala para esse fim.
  • Usando a interdisciplinaridade durante o projeto atribuindo funções para cada professor e sua disciplina.
  • Durante a colheita, os produtos serão usados para a merenda Escolar da escola, diminuindo, assim os gastos com a merenda escolar. Será muito beneficio e útil para a escola, alem do aprendizado escolar dos alunos.
  • Busca dos materiais necessários e distribuição dos mesmos para a equipe.
  • Delimitar os responsáveis por cada processo da construção da horta escolar.
  • Envolvendo e acompanhando a equipe em todos os momentos desse trabalho.
  • Orientação técnica nesse acompanhamento desde o inicio ate a colheita.
Recursos didáticos

  • Terreno / limpeza da área 
  • Solo e adubos
  • Terra apropriada
  • Palestras com técnico do IDAM , som, microfone
  • Papel, lápis, canetas, pinceis (desenhos)
  • Enxadas, enxadão, rastelos, ripas de madeiras
  • Sementes variadas
  • Água e oxigenação (clima)
  • Sementeiras
  • Material reciclável (garrafa pet, caixotes,tambores, latas)
  • Mudas de plantas medicinais


Recursos humanos

  • Comunidade Escolar (professores, alunos, administrativos, pais...)
  • Palestrantes (técnico do IDAM  e pessoas da área agrícola)
  • Coordenadora Escolar do Polo 2.
  • Coordenação da escola do campo 
  • Direção Escolar
  • Pessoas da Comunidade Local
  • Pessoas doadores de materiais adequados
  • Amigos da escola


Parceiros

  • Pessoas da comunidade local; amigos da escola; contribuintes como: vereadores, comerciantes, fazendeiros que contribuíram com o nosso projeto.
  • Outras comunidades escolares locais;
  • Secretaria da saúde;
  • Coordenação  de merenda escolar;

Cronograma

Dias/agosto.
Agosto 
Dias/setembro 
Setembro 
1 5 a 20 
Conversas informais e palestras pelo professor responsável pelo projeto.
01 a 15
Cuidar e conservar o solo para receber as sementes, molhar e adubar...
21 a 22
Atividades relacionadas ao projeto: desenho, pinturas, murais, etc
16 a 20
Abastecimento de água o necessário para abastecer a horta. Organizar vasilhames.
22 a 27
Limpezado terreno e preparação do solo.
21 a 30
Plantio das sementes e mudas medicinais. Cuidado diário.
Dias/outubro 
Outubro 
Dias/novembro 
Novembro 
01 a 08
Fazer a escala para cuidar da horta, conscientizar os alunos desse cuidado necessário todos os dias.
02 a 21
Observar se os cuidados estão corretos, acompanhamento feito pelo professor ou técnico especializado. Capinagem...
09a 22
Confeccionar cartazes, receitas de merenda escolar, murais e apresentações feitas pelos alunos sobre meio ambiente e alimentação.
22 a 31
Fazer relatório com os alunos sobre as atividades do projeto.
23 a 29
Preparar o pátio com os trabalhos realizados nesse projeto.
Dias/Dez.
Dezembro 
01 a 10
Preparar os materiais para apresentar teatro, dança música, receitas, poesias e coreografias.
13 a 15
Culminância com as apresentações e um almoço especial para os alunos e comunidade escolar com os produtos da nossa horta escolar.


Culminância

Culminaremos esse projeto com um lanche especial com produtos da nossa horta e apresentações feitas pelos alunos sobre alimentação e meio ambiente, reciclagem etc, no pátio da Escola Municipal Petrônio Pinheiro. Convidaremos ainda Comunidade Escolar e parceiros do projeto.


Avaliação

Avaliação será feita através da observação do professor em todas as atividades analisando então, a participação e o desempenho dos alunos durante os trabalhos realizados nesse projeto.





Referencias bibliográfica

Pronta – Programa Nacional de Educação Ambiental, terceira edição. Brasília. DF, 2015.

Brasília, 2005. Disponível em: hpt://www.fnd.gov.br/home/alimentação –escolar/ encontros nacionais/10-a-hortaescolar-como-eixo-gerador-de-dinamicas-comunitárias.pdf>

Zucchi, O. J.Educação Ambiental e os Parâmetros Curriculares Nacionais: Um estudo de caso das concepções e práticas dos professores do ensino fundamental e médio em Toledo, Paraná. FLORIANÓPOLIS, 2012.

Fundo Nacional de desenvolvimento da Educação (FNDE/MEC). Educando com a horta escolar, 2005. Disponível em: hpt://www.educando com a horta.org.br
Projeto Horta Escolar Palhoça (PROHEP) projetos e pesquisas: winicius Martins Sahara – secretaria da pesca e agricultura – p


sexta-feira, 21 de junho de 2019

Poesia: receita da felicidade

Receita da felicidade cabocla.
Joilson Souza

Reuna os amigos

Ingredientes:
Família
Uma árvore
Amigos
Um igarapé
Canoa e caniço
Frutas e pescado
Coragem

Em um feriado ou fim de semana, reúna a família  ou os amigos e escolha um igarapé de águas morenas e límpidas.

No local respire o ar puro da natureza,
Aventure-se em subir em uma árvore  e se solte desafiando  seus limites.
Embarque os amigos na canoa e com aquele caniço pesque a piranha e o pacú .
A piranha faça o caldo revigorante e o assado de pacú.

Não esqueça de avisar aos amigos se sentir câimbra,  medo  ou se percebeu algo suspeito se aproximando.
Alimente-se dos frutos do igarapé:  Mari mari,  ingá açu,  abiuarana, buriti e peixe.

Recolha os lixos em uma sacola preservando e conservando este habitat.

Tá pronta a felicidade

quinta-feira, 28 de março de 2019

O que vem ser Carência?

Carência é a ausência de um amigo, de um abraço, de um aperto de mão, de um beijo, de fazer amor
Amigo, é um ser mágico que sempre aparece nas horas incertas, com palavras que transmitem otimismo, que tem o prazer de ouvir suas insanidades, de te acompanhar nas mais ilusionistas viagens do coração, é aquele que empresta e não cobra, aquele que paga mico no teu lugar e ainda da boas gargalhadas junto com você.
Abraço, é o contato físico que transmite o sentimento querer bem.  É o momento que o corpo se aproxima um do outro e recebe a energia que precisas para  amar e sentir-se  vivo, amado, querido entre uma sociedade individualista, capitalista e solitária.
Aperto de mão demonstra apreço no primeiro contato, o prazer em te conhecer, é o clik  malicioso no vai e vem  do amor. O momento que pode ser a  primeira tecla de vários links no jogo da ternura, entre você e a pessoa que o teu coração deseja.
O beijo, é o momento que teu corpo entra em sintonia com o amor, ocasião impa no jogo da sedução, contato amoroso que indica que estas sendo correspondido. O beijo é a porta de entrada de um novo relacionamento   amoroso (quando for na boca, no rosto pode ser traição ou um cumprimento sem fins amorosos).
O fazer  amor, é uma atividade íntima e prazerosa é o ponto principal entre duas pessoas que se amam, ou que estão em busca da delícia sexual. É a entrega, é o néctar máximo do namoro, é onde vale tudo para chegar no enigmático orgasmo.
Se estas carente, corre grande perigo de morte, lembre-se que viver é uma virtude inestimável que devemos cuidar  bem e sempre.
O cuidar bem, envolve  atentar para a saúde do corpo, da mente e da alma.
Para obtermos a saúde do corpo, devemos praticar exercícios físicos, alimentarmos com prudência e saber  escolher  os alimentos que estamos ingerindo.
O cuidado com a mente requer a pratica da boa leitura, da boa música, de uma boa conversa, do viver próximo de quem amamos: pai, mãe, namorado, namorada, filhos, esposa, marido e dos bons amigos. O cuidar da mente é ter a sensibilidade ao ouvir os pingos da chuva, o cantar de um pássaro entre a floresta de pedra. É saber apreciar e identificar uma obra de arte num rascunho de uma criança, ou  no riscado de um jovem grafiteiro.
O cuidar da alma precisa de uma aproximação com Deus, acreditar na sua existência, ou acreditar no que ti faz existir  é viver com humildade, esquecer o valor material e praticar o bem. Para  cuidar da alma é preciso se defender e afastar-se de pessoas negativas, e aproximar-se de sujeitos que transmitem virtudes, é saber usar as palavras na hora certa, pois, ela, é uma ferramenta que pode ajudar ou matar o seu interlocutor. O cuidar da alma  é viver sempre com um largo sorriso estampado no rosto.
A carência  chega em nossas vidas, quando deixamos de beijar, de abraçar, de ligar,  de enviar email para alguém distante ou quando deixamos  de sorrir.
A carência chega quando esquecemos o convívio familiar, a  rodada com os amigos no lanche, no barzinho da esquina, o jogo de futebol no final de semana, a caminhada no início ou no final  do dia com as amigas ou amigos, aquela conversa sem contexto com alguém que encontramos na rua ou quando estamos esperando o sinal abrir, a chuva passar, a fila do banco andar, ou estamos na igreja ou na reunião da escola.
A carência chega a nossas vidas quando deixamos de nos capacitar, seja para o trabalho ou para a vida social. Se estas carente esqueça tudo o que tens praticado até hoje em tua vida, e recomece outra vez. Agora sabes do que precisas... bom recomeço. 

GRUPO SIMÕES CONFIRMA CONSTRUÇÃO DO TPNR. TERMINAL PORTUÁRIO DE NOVO REMANSO.


O inicio da construção do Terminal Portuário da comunidade Novo Remanso está tudo certo , depois de vários meses de planejamento, avaliações ambientais, analise de solo, audiencias públicas, acoes sociais nas escolas e na comunidade, estudo econômico, projeção de mão de obra e finalmente o encontro formal e institucional do grupo investidor privado, que é o Grupo Simões com a gestão municipal.
O grupo Simões foi recebido pelo prefeito Antonio Peixoto, os secretariados municipais e 10 vereadores para ouvir a explanação do projeto e as diversas etapas de sua execução.
O Terminal será um conjunto de 3 portos, para produtos em grão, outro para combustível e outro para produtos diversos na linha de importação de componentes e exportação de produtos acabados da Zona Franca de Manaus.
Devem ser destacados Três pontos para a comunidade de Itacoatiara: a confirmação da obra, com inicio dos trabalhos de engenharia civil para final do ano ou inicio de 2020, vencidas as licenças ainda pendentes.
O executivo municipal se comprometeu que irá mandar um Projeto de Lei à Camara propondo tratar sobre alíquota do ISS como contrapartida e os benefícios do Grupo, dentro do eixo de responsabilidade social, que em breve será realizado em Novo Remanso, com equipamentos de saúde e atendimento humano com cursos de qualificação, reciclagem e apoio empresarial.
A apresentação formal do projeto e a chancela dos compromissos do Grupo foram assinados pelo diretor de Novos Negócios Mauricio Miceli Kerbauy, Ramesh Thadani gerente de Novos Negócios e Robério Braga, diretor jurídico acentuando que este é mais uma linha de investimentos do Grupo Simões, enaltecendo Itacoatiara por estar no mapa da Zona Franca de Manaus, em área considerável para aplicação de projetos e Novo Remanso por ter estrutura fluvial com calado satisfatório e terras elevadas para comportar um porto das dimensões e do valor econômico e social para o Amazonas que o Grupo Simões idealizou.
Em data ainda a ser marcada os diretores e gerente estarão na Camara Municipal de Manaus apresentado o projeto para todos os vereadores e defendendo a diminuição da alíquota como incentivo necessário de compensação das distancias e da contrapartida social do emprego e das ações sociais.
Fonte:Diário Amazonense

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

O ABACAXI MAIS DOCE DO BRASIL É DE NOVO REMANSO - AMAZONAS




A maior produção de Abacaxi no Amazonas fica em Novo Remanso, localizado no município de Itacoatiara (a 244 km de Manaus), com uma produção média de 67 milhões de abacaxis por ano, de acordo com dados do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (Idam), autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror)
Além da qualidade e doçura, o abacaxi possui propriedades importantes para saúde do ser humano, pois aumenta a imunidade, alivia os sintomas da artrite, previne de diversos tipos de câncer, ativa a circulação sanguínea e, de quebra, ainda deixa a pele mais bonita.
E tudo isso graças a sua composição nutricional. O abacaxi, em geral, é muito rico em água, vitamina A, vitamina B1 e vitamina C, além de possuir quantidades significativas de cobre, manganês, ferro, magnésio e fibras.
Fonte: Sepror

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Soltar pipas com segurança é muito mais divertido!!!


Soltar pipa é uma das brincadeiras mais tradicionais e  preferidas da criançada. É divertida, envolve competição, desenvolve inúmeras habilidades, reúne amigos... 


Mas, sem os devidos cuidados, pode causar acidentes graves e problemas no fornecimento de energia.

            Os pais são responsáveis pelas atitudes e segurança das crianças e devem orientá-las sobre os perigos que correm. Espaços abertos e sem rede elétrica, afastados de ruas e avenidas movimentadas, são os locais ideais para soltar pipa. Esempre sem o cerol, para evitar ferimentos em quem brinca e em quem está passando por perto, principalmente os ciclistas e motociclistas.


PRINCIPAIS DICAS DE SEGURANÇA:

  • Não solte pipas em dias de chuva, principalmente se houver raios e relâmpagos.
  • Evite brincar perto de antenas, fios telefônicos ou cabos elétricos. Procure locais abertos como praças e parques. E se a pipa enroscar em fios, não tente tirá-la. É melhor fazer outra. Nunca use canos, vergalhões ou bambus. Jamais utilize linha metálica, como fio de cobre de bobinas. Também não faça pipas com papel laminado. O risco de choque elétrico é grande.
  • Tente soltar pipa sem rabiola, como as arraias. Na maioria dos casos, a pipa prende no fio por causa da rabiola.  

  •  Não empine pipa em cima de lajes e telhados. O risco de cair é grande.
  • Cuidado com ruas e lugares movimentados, principalmente quando andar para trás ou correr. Você pode tropeçar em algum buraco ou ser atropelado.
  • Atenção especial com os motociclistas e ciclistas — a linha pode ser perigosa para eles. Só este ano, 39 pessoas foram atendidas nos hospitais de Belo Horizonte com ferimentos graves causados pela linha com cerol, fabricado com vidro e cola, ou a linha chilena. Alguns chegaram a óbito.

     E não se esqueça:
         
O uso do cerol é proibido por uma lei municipal e outra estadual. Os infratores ou responsáveis por menores que se envolverem em acidentes relacionados com o uso do cerol serão responsabilizados e poderão receber multas de até R$1.500,00. Se houver vítimas, serão indiciados criminalmente.

 Em caso de denúncia, disque 181 ou 190 (polícia militar).



BRINQUE E DIVIRTA-SE, SEM RISCOS!!!
Agora é com você: poste um comentário sobre o tema citando os 2 principais  cuidados que se deve ter ao soltar pipas e falando um pouco sobre sua experiência com esta brincadeira.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

vamos ajudar a construir a casa da Silvana


Aqui está a casa da querida Silvana que é especial que, estamos lançando a campanha pedindo ajuda pra ela e a família dela pois, moram em um barraco situado no Novo Remanso. 
Não queremos dinheiro. Se vc tiver materiais de construção sobrando pela sua casa, madeiras, telhas, etc e puderem ajudar essa família. Eu peço que vêem e não ignorem. 



Compartilhem! Quem não puder ajudar com materiais, ajuda com alimentos não perecíveis, ajuda com roupas, lençol, toalha. Não precisa serem novas (em bom estado, está ótimo) toda ajuda é bem vinda. Um pouquinho daqui e dalí, dá pra fazer algo bem bacana. Mas, pra isso precisamos de toda ajuda possível. Amigos empresários, políticos vamos ajudar com algo. Se solidarizem pois, eles estão realmente precisando demais.

Quero aqui agradecer a atitude do professor Joilson Remanso Souza e do meu amigo Josivaldo Alves de levarem a público a situação dessa família. 
Deus na frente e vamos com fé que tudo vai dar certo. Não vamos desistir dessa família.

Você tem aí em casa que nos possa doar: 
Esteio de 5m.
telhas, tijolos, tábuas de parede, móveis em bom estado de uso para doar e fazer uma família feliz?
ligue 994468028 e o professor vai buscar.

o objetivo é construír um lugar digno para família da Silvana aluna especial da escola Petrônio Pinheiro.

EM DESTAQUES

  Quarta , 07 de agosto  de 2019 Projeto "Horta Escolar" Publico Alvo Visando encontrar os alunos e professores...