O Amazonas melado de novo

O Ministro Ricardo Lewandowsky, do Supremo Tribunal Federal, relator por prevenção de todas as ações de descumprimento de preceito fundamental e cautelares que tratam das eleições suplementares do Amazonas, concedeu liminar em ação movida pelo ex-vice-governador, Henrique Oliveira, suspendendo a eleição direta para o Governo do Estado do Amazonas, que estava agendada para agosto. A liminar foi proferida hoje e acolhe o parecer do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que se pronunciou .

Postar um comentário
Tecnologia do Blogger.